Santo Agostinho

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

| |

Aurélio Agostinho, nasceu em Tagaste (atualmente Suk Ahras, na Argélia) a 13 de novembro de 354, filho de Patrício, homem pagão e de posses, que no final da vida se converteu, e da cristã Mônica. 
Agostinho estudou retórica em Cartago, onde aos 17 anos passou a viver com uma concubina, da qual teve um filho, Adeodato. A leitura do Hortensius, de Cícero, despertou-o para a filosofia.Em 384 começou a ensinar retórica em Milão, onde conheceu santo Ambrósio, bispo da cidade.
Cada vez mais interessado pelo cristianismo, Agostinho viveu longo conflito interior, voltou-se para o estudo dos filósofos neoplatônicos,renunciou aos prazeres físicos e em 387 foi batizado por santo Ambrósio, junto com o filho Adeodato. 
Perdeu a mãe e, pouco depois, o filho. Ordenado padre em Hipona (391).
Em 395 tornou-se bispo-coadjutor de Hipona, pouco tempo depois fundou uma comunidade ascética nas dependências da catedral.
Na sua vida e obra, santo Agostinho testemunha acontecimentos decisivos da história universal, com o fim do Império Romano e da antiguidade clássica.
 Em 410 santo Agostinho viu a invasão de Roma pelos visigodos e, pouco antes de morrer, presenciou o cerco de Hipona pelo rei dos vândalos, Genserico. Nesse clima, em que os cismas e as heresias eram das poucas coisas a prosperar, ele estudou, ensinou e escreveu as suas obras.
Luz e Escuridão

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo(a) ao blog Luz e Escuridão

Todos os comentários serão aceites e respondidos, no entanto:

- Não serão aceites comentários ofensivos;
- Os comentários são moderados, por isso, se quiserem entrar em contacto comigo através dos comentários poderão faze-lo, pois as vossas informações pessoais não serão reveladas, apenas peço que deixem o email.
- Aceito as convições de cada um, contudo não serão aceites comentários que contenham orações negras;

Comentem e explorem o blog, se tiverem alguma dúvida ou sugestão terei todo o gosto em ajudar :).

Obrigado pela sua visita.
Maria Da Luz